Senador Magno Malta comemora recuo da Globo sobre cenas de prostituição em Babilônia

Senador Magno Malta comemora recuo da Globo sobre cenas de prostituição em Babilônia; Assista
O senador Magno Malta comemorou o sucesso da pressão feita por ele e outros líderes evangélicos contra a novela Babilônia. A TV Globo decidiu cortar cenas consideradas impróprias para o horário que a novela é exibida.

Coincidentemente, a decisão foi tomada após um discurso de Malta no Senado, quando ele alertou o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo (PT) sobre a legislação da Classificação Indicativa, que proíbe a veiculação de cenas fortes no horário em que a novela é exibida, a partir das 21h00.

“O que nós temos que estar atentos, daqui para a frente, é até com filmes e desenhos [animados] que propõem a violência e esta classificação [indicativa]”, disse o senador no vídeo gravado para o portal Guia-me.

Malta lembrou das declarações da atriz Glória Pires, que afirmou que não permite que seu filho mais novo veja novelas, principalmente a das 21h00, por causa das cenas marcantes que geralmente são mostradas. “Se ela não quer isto para o filho dela, imagine se vamos querer para os nossos filhos”, ponderou.

A iniciativa da Globo em cortar cenas de beijo gay, prostituição e discussão sobre uma suposta intolerância aos ateus foi uma manobra para que Babilônia não tivesse sua Classificação Indicativa modificada. Se fosse considerada imprópria para menores de 16 anos, a novela teria que ser veiculada mais tarde, o que tiraria a novela do “horário nobre”, e resultaria em mais prejuízos à emissora.

No entanto, a determinação em exibir cenas de prostituição e sexo não foi deixada de lado. Em breve, na novela das 23h00, intitulada Verdades Secretas, a Globo voltará a mostrar cenas polêmicas de consumo de drogas e prostituição em boates.

Fonte: Gospel+

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail