Colheita com júbilo !

“Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos” – Salmo 126:6.
Se o Senhor Deus desejasse um batalhão de pessoas perfeitamente perfeitas, Ele o faria; no entanto, criou pessoas, cuja estrutura Ele bem conhece e sabe que é pó e concedeu graça para que os tais O reconheçam como único e soberano Deus. Isso Lhe causa alegria!

Bem sabemos que na vida muita coisa pode acontecer para nos chatear. Contudo, não queremos errar, mas erramos; não desejamos magoar, mas magoamos; não queremos ferir, mas ferimos e assim por diante. Isso pode nos lançar numa auto depreciação ou mesmo em profunda depressão. Igualmente provoca abatimento e contrição de coração, afinal, o bem que queremos fazer, não fazemos, no entanto o mal que não desejamos está sempre diante de nós.

É preciso lembrar que tudo na vida do cristão deve conduzir a Cristo, portanto, não deve ser diferente quando somos assaltados por tais sentimentos. O Senhor que iniciou uma boa obra em nós, há de continuar a fim de nos aprovar diante dEle, de modo que somos – se assim desejarmos – reconduzidos a Ele, à Seu perdão e a Sua ação restauradora que nos move de um estado de angustia para um estado de alegria, descanso e paz sobrenatural.

É lógico que nesse processo uns demoram mais e outros menos em direção ao retorno aos braços do Pai, porque aprenderam a “sugar” do Senhor a força de que precisam. A bem da verdade, a partir do instante em que nos rendemos a Ele, alcançamos Seu perdão e consolo imediatos.

O choro pode durar uma noite, mas, ele prepara-nos para a alegria. Não por acaso o salmista afirmou que quem com lágrima semeia, com júbilo há de ceifar, portanto, percebemos que se por um lado a plantação é entremeada com lágrimas, o júbilo é companhia indispensável na colheita.

É, portanto, impossível de vivermos em um estado de alegria absoluta, todo o tempo, num mundo permeado de contratempos e pela natureza pecaminosa; porém, certo é que nesse mesmo ambiente – hostil – sempre haverá possibilidades de “colheitas com júbilo”.

Quando nos colocamos a mirar o mundo e as coisas que acontecem nele, fatalmente nos entristecemos. Se olharmos para nós mesmos, seguramente nos sentiremos infelizes. Há um gemido dentro de casa cristão, pois, lá no fundo do seu coração ele sente um profundo pesar face ao pecado que tenazmente o assedia, entretanto, ao mesmo tempo pode sentir paz interior. Não uma paz proveniente de fora, exterior, mas, algo vindo do trono da graça, diretamente dos céus. Algo direto e exclusivo para ele ou ela, afinal, trata-se de ovelhas do pastoreio do Mestre.

Muitos podem até não acreditar, todavia, como foi predito a vinda de Jesus séculos e séculos antes e que aconteceu com riqueza de detalhes, Sua volta igualmente está predita e tal ocorrerá.

E então?

Então, temos como difíceis esses dias, todavia, como nos está já assegurada a vitória devemos continuar semeando neles com lágrimas, porém, há de chegar o tempo de retornar com júbilo trazendo nossos feixes.

Abundante semeadura com lágrimas, aponta para uma exponencial colheita com júbilos!

Por Vilson Ferro Martins – www.vozdotrono.com.br

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail