Deus, nosso castelo forte!

“O Senhor dos Exércitos está conosco;
o Deus de Jacó é o nosso refúgio”
Sl 46.11

 Davi usa a metáfora do pastor e seu rebanho, a partir de sua real experiência como pastor de ovelhas, para declarar que o Senhor Deus era o seu pastor (Sl 23.1). Estar em Cristo significa pertencer a Deus e, portanto, sentir-se seguro, não geograficamente, mas espiritual e existencialmente. Deus é aquele que renova diariamente nossas forças. Bom é experimentar que ele é a nossa fortaleza; e por baixo de nós estende os seus braços fortes, protegendo e preservando nossa vida.

Davi foi um homem segundo o coração de Deus. Mesmo com seus pecados, suas limitações e fraquezas, era um homem quebrantado diante do Senhor. Tocado pela graça de Deus, reconhecia seus pecados e mudava seu comportamento. Davi sabia que nada lhe faltaria, não por sua bondade pessoal e muito menos por pensar que Deus sempre lhe daria o que viesse a desejar.

Na verdade, Davi sabia que o Bom Pastor supriria sua vida das necessidades que surgissem. Seguir a Deus implica em fazer a sua vontade e não a nossa. Seremos suas ovelhas exatamente nesse ponto. Nossa intimidade com Deus se evidencia no compromisso e na obediência. Se como ovelha estou comprometido em obedecer, terei a certeza de que ele cuidará de mim, dando-me o que preciso, não o que quero.

Referência para leitura: Tiago 1.16-18

Fonte: LPC Comunicações

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail