“Busquei-o e não o achei.” (Cântico dos Cânticos 3.1)

Diga-me onde você perdeu a companhia de Cristo, e eu lhe direi o lugar mais provável onde poderá encontrá-Lo. Perdeu a Cristo em seu quarto, porque não O tem buscado em oração? Então, é ali que deve procurá-Lo e encontrá-Lo.

Perdeu a Cristo por causa de pecado? Não encontrará a Cristo de nenhuma outra maneira, exceto por meio de abandonar o pecado e de buscar o Espírito Santo, para mortificar o membro em que habita a concupiscência. Perdeu a Cristo por negligenciar as Escrituras? Você tem de encontrá-Lo nas Escrituras.

É verdadeiro o ditado: “Procure algo onde você o perdeu e ali o achará”. Procure a Cristo onde você O perdeu. Ele não foi embora. Retornar a Cristo é um trabalho duro. John Bunyan nos conta que o Peregrino considerou muito árdua a parte do caminho de volta até a árvore agradável, onde ele havia perdido o seu rolo selado.

Avançar trinta quilômetros é melhor do que retornar um quilômetro e meio em busca de evidências perdidas. Tenha o cuidado de, ao encontrar o seu Senhor, apegar-se a Ele com intimidade. Mas como você o perdeu? Alguém pode ter pensado que você nunca se afastaria de um Amigo tão precioso, cuja presença é doce, cujas palavras são consoladoras. Como você pôde não ter mantido os olhos nEle o tempo todo, pelo temor de perdê-Lo de vista? Entretanto, embora O tenha deixado ir; é sinal de misericórdia, o fato de você O estar procurando.

Apesar de gemer pesarosamente: “Ah! Se eu soubesse onde poderia achá-Lo!” Continue, visto que é perigoso ficar sem o seu Senhor. Sem Cristo, você é como uma ovelha sem pastor; como uma árvore sem água nas raízes; como uma folha seca numa tempestade – sem ligação com a árvore que lhe daria vida. Busque-O com todo seu coração, e você o achará. Empenhe-se de forma completa nesta busca e, verdadeiramente, para sua alegria, O descobrirá.

Por: Charles Spurgeon. © 2016 Ministério Fiel. Todos os direitos reservados.
Fonte: Voltemos ao Evangelho

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail