Nossa herança!

“Para que nossos filhos sejam como plantas crescidas na sua mocidade; para que as nossas filhas sejam como pedras de esquina lavradas à moda de palácio” – Salmos 142:12.
A mensagem abaixo não é de minha autoria.

Um amigo meu recentemente escreveu: “Se morrêssemos amanhã a empresa para a qual trabalhamos nos substituiria em questão de dias. Mas os familiares que deixaríamos para trás sentiriam a nossa ausência pelo resto de suas vidas. Então, por que investimos tanto em nosso trabalho e tão pouco na vida de nossos filhos?”

Porque algumas vezes nos exaurimos acordando cedo e dormindo tarde para, “comer o pão que penosamente granjeastes” (Salmo 127:1,2), nos ocupamos para deixar nossa marca no mundo e negligenciamos o único investimento relevante, que está acima de qualquer outra coisa – nossos filhos?

Salomão declarou: “Herança do Senhor são os filhos…” – um legado ines timável que Ele nos deixou. “Como flechas na mão do guerreiro, assim são os filhos da mocidade” (Salmo 127:4). Essa é a espantosa comparação. Nada merece mais do nosso tempo e energia.

Não há necessidade de “comer o pão que penosamente granjeastes” trabalhando dia e noite, declarou o sábio Salomão, pois o Senhor cuida e nós (Salmo 127:2).

Podemos arranjar tempo para os nossos filhos e confiar que Deus vai suprir todas as nossas necessidades físicas. Sejam nossos próprios filhos ou aqueles a quem discipulamos, eles são o nosso legado eterno – um investimento do qual jamais nos arrependeremos.

(David H. Roper)

Fonte: www.vozdotrono.com.br

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail