Armadura/Justiça – Vivendo o Evangelho

“Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça” (Efésios 6:14)

Muito interessante tentar compreender o senso de justiça das pessoas. É no mínimo fascinante. É justo pedir desconto quando está comprando e também é justo tentar vender por mais. É justo reclamar mas não é justo ouvir reclamação. É justo copiar uma obra literária sem autorização mas não é justo trabalhar sem receber. É interessante, não?

A justiça é algo muito simples: o justo não é frouxo nem apertado. Se para uma das partes envolvidas a coisa apertar, não está justo. Se ficou tudo frouxo, não é justo. Quando a Bíblia fala de justiça, preconiza um senso equilibrado entre dar e receber, entre pedir e ofertar, entre ir e vir, perdoar e ser perdoado, e assim por diante. A Bíblia ensina a obedecer aos pais, sujeitar-se aos governantes, a pagar impostos e a trabalhar para ter riqueza – tudo isso é reputado por justo.

Se é uma couraça, é algo para proteção e defesa, não para ataque. Ainda que eu nunca tenha sido militar ou combatente de algum tipo no sentido físico, dificilmente concordo com a colocação de que a melhor defesa é o ataque. A couraça era um pedaço da roupa dos lutadores da época que visava basicamente proteger o peito do soldado. Curiosamente, as costas ficavam descobertas. Esta couraça da justiça portanto, deve nos ensinar a agir de forma justa para proteger nosso peito.

O peito representa nossos sentimentos, nosso coração, nossas emoções. Ainda que seja uma mera comparação, ou simbologia, ou analogia, ou alegoria. Entendamos: a justiça protege nosso coração. Temos que sempre ter em mente o que é justiça, como se aplica justiça, as consequências da aplicação da justiça. Mas tudo que é justo protege nosso coração.

Agora, me permitam espiritualizar um pouco. Nada, mas nada mesmo, será mais justo que a Palavra de Deus expressa ou revelada na Bíblia. Nenhum princípio, conceito ou ensino bíblico será injusto. Se algo parecer injusto ou inadequado, por favor estude um pouco mais as Escrituras pois não é nela que está o erro. Pode ser o contexto, pode ser o idioma, pode ser o entendimento – mas não será a vontade expressa de Deus.

Concluindo, vamos juntar todos esses conceitos e formular um entendimento final – O conhecimento Bíblico protege nosso coração. Na Palavra de Deus há cura para a alma, para os sentimentos, emoções, quadros depressivos, para os ataques do inferno que não são físicos. Podemos usar todas as ferramentas da medicina, da psicologia, de toda as ciências que a humanidade disponha. Mas nada vai nos proteger mais, para ter um estilo de vida que reflete o evangelho, do que a Palavra de Deus que contêm Sua Justiça. Deus é absolutamente justo. Couraça de justiça é uma “casca” formada pela Palavra de Deus para proteger nosso peito.

“Senhor, obrigado por que a Tua revelação é completa o suficiente para eu me proteger através do conhecimento da Tua justiça. Me ensina a viver de forma mais justa possível.“

Fonte: ICHTUS

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail