Deus não da muletas!

“Por esta razão, nós também, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós, e de pedir que sejais cheios do conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual; para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus” – Colossenses 1:9-10.
O Senhor nunca nos presenteará com muletas! Pelo contrário, Ele deseja que lancemos fora todo tipo de apoio “humano” ou aquilo que nos serve de argumento e, que não esteja em linha com Sua vontade.

Não importa quais foram os acontecimentos que contribuíram para a sua vida até apresente data e tampouco o que nela eles geraram. Não importa o reflexo do temperamento que ao longo dos anos foi sendo construído em seu viver. Não importa – no sentido de que – pelo menos eles serviram para lhe mostrar que isso n ão funciona; que deprime; que aborrece, angustia e gera mais temor e infelicidade.

Entretanto, o que de fato importa é se você está decidido (a) encarar uma grande mudança em seu viver. A mudança em abdicar do controle pessoal de si mesmo e as muletas que já se tornaram parte de seu viver e entregá-las todas a Deus, tornando-O seu Senhor e Salvador pessoal.

Isso sim fará a diferença! Afinal, você estará permitindo que seu Criador assuma a direção de sua vida. Ora, se você não confiar nAquele que te criou e conhece até seu sentar e levantar; confiará em quem? (Salmo 139)

Na própria Palavra vemos muitos exemplos de pessoas que possuíam conduta difícil, e que foram transformados pela mão poderosa de seu Criador.

Exemplo: Pedro – Chegou a negar Jesus três vezes, mesmo depois de ter andado lado a lado com Ele durante três longos anos e meio. E nós? Quantas vezes O negamos, talvez até diariamente?

Perceb e como todos nós estamos no mesmo “nível ” e carecemos da mesma graça que afetou de modo maravilhoso a vida de Pedro?

Ora, Pedro reconheceu que precisava e procurou seu perdão e se derramou diante do Senhor em lágrimas e o Senhor o perdoou (Lucas 22:62). Antes seu temperamento era potencializado para o mal, todavia, depois de entregar-se à Deus, seu temperamento foi potencializado pela graça e amor divino, tornando-o um exemplo a ser seguido, conforme nos relata a Palavra.

Lembremo-nos dessa máxima do evangelho: “Jesus não veio para os sãos, mas, sim para os que necessitam de cura”. (Lucas 5:31).

Deus nunca vai nos oferecer muletas. O que Ele de fato deseja é que sejamos – todos nós – cheios do conhecimento da Sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual; para que possamos andar dignamente diante do Senhor, agradando-Lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus!

Pr. Vilson Ferro Martins
Acesse nosso site: www.vozdotrono.com.br

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail