João Batista revela o caminho

Evangelho de Marcos 1 – Marcos também conhecido como João Marcos, não era apóstolo. Segundo estudiosos, ele andou com o apóstolo Pedro, como intérprete. Foi o primeiro Evangelho a ser escrito.

O propósito principal de Marcos era apresentar, por escrito, simplificadamente, o testemunho dos apóstolos, sobre os fatos da vida, morte e ressurreição de Jesus. Relata Jesus como um verdadeiro israelita, demonstrando à necessidade de submissão à Palavra de Deus. Jesus é apresentado por Marcos como o Filho de Deus e modelo a ser seguido.

Apresenta João Batista e seu ministério, e como as profecias do Antigo Testamento anunciaram a vinda de João Batista. Colocando citações do A. T. para mostrar a continuidade e revelação no controle divino do Senhor da História. Não narra o nascimento de Jesus. Fala rapidamente, o batismo de Jesus por João Batista, mostrando que o Senhor cumpriu todo o plano divino, identificando-se plenamente, com a condição humana, começando, assim, o processo de redimir os pecados da humanidade.

A descida do Espírito Santo é um sinal da Messiandade de Cristo. No Seu batismo, como depois no batismo cristão, as 3 pessoas da Trindade estão envolvidas. A iniciativa do amor do Pai, a obra vicária (redenção) do Filho e o poder transformador do Espírito Santo presentes.

Jesus Cristo é levado pelo Espírito para o deserto, onde começa a derrotar Satanás. Iniciando Sua obra redentiva. Nos ensinando como se o deserto fosse o mundo com provações e tentações e, que com Cristo podemos vencer (muitos estudos podemos tirar daqui).
O Senhor começa a chamar seus discípulos, seus seguidores.

Jesus ensinava no templo e em todos os lugares.

Na sinagoga, Ele pregou diferente do que os judeus estavam acostumados. Ouviam pregações cheias de tradições messiânicas frias. Jesus, então, vem com uma Palavra viva; cheia de poder e autoridade. Expulsando demônios, deixando todos boquiabertos e espantados, saindo dali contando o que presenciaram. Com isso, muitos iam atrás de Jesus levando doentes e endemoninhados; e Jesus curava a todos. Pregava em toda parte, conquistando muitos. Multidões O seguiam.

Quando Jesus toca e cura um leproso, numa época em que a lepra era incurável, quem a adquiria era isolado em lugares afastados, proibidos de chegar perto das pessoas. Tocar um leproso era tornar-se imundo, segundo a lei judaica. Jesus Cristo mostra que estava à cima de todas as coisas com todo o poder e amor.

Jesus QUER tocar nosso corpo, nossa alma, nossas emoções. Aleluia! Basta que nos coloquemos em linha com a Sua vontade.
Receba as bênçãos de Deus em sua vida! Ande na vontade do Senhor!

E.D

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail