Jesus ensina a orar

Lucas 11 – A oração do Pai Nosso em Lucas é mais simplificada, pela reverência ao Pai, pedido pelo alimento de cada dia e o perdão como consequência.

Jesus fala na perseverança insistente e, a necessidade de intimidade com o Senhor pela oração.  Aprendemos que o alimento do conhecimento pela leitura da Palavra nos protege do engano, da possessão maligna. Quando Jesus nos liberta temos que nos envolver com Ele, enchendo nossa mente, nossa alma com as coisas de Deus para que o mal não volte pior.

Nos versos 28 e 29 uma mulher quis exaltar Maria a mãe de Jesus e Ele diz que muito mais feliz são os que têm a Sua Palavra e colocam em prática. O Senhor nos ensina que toda adoração deve ser dada só a Ele como vemos no capítulo anterior. Devemos ver as coisas com bons olhos, sem julgar ou menosprezar nada nem ninguém.

No verso 42, Jesus explica como nos outros Evangelhos, sobre o dízimo, a justiça e o amor. Veja que Ele diz que não adianta dizimar sem praticar justiça e amor e que não pode deixar de fazer as três coisas (dizimar, ser justo e amar). A atitude de boas ações devem ser intimamente correta.

Aqueles que interpretam a Palavra devem fazê-lo com humildade e vida diante de Deus com conhecimento e vivência daquilo que sabe e ensina. Através da interpretação pela tradição (costumes acrescentados) tinham tornado impossível, às pessoas comuns, entenderem o verdadeiro sentido da Lei.

Quando estudamos, meditamos na Palavra com oração e leitura, com certeza teremos uma vida que agradem ao Senhor!
Deus abençoe você!

ED

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail