Fé Prática

Romanos 4 – Paulo sempre dizendo que o homem é justificado pela fé, mostra o exemplo de Abraão que na época que Deus o abençoou, Abraão não era circuncidado, enfatizando que o que Deus considera é a fé. As obras não nos salvam, mas sim a nossa fé.  As obras devem ser consideradas como “piedade”.

A bênção de Deus a Abraão era em resposta a fé, não às obras. A justiça com que Deus agraciou Abraão foi concedida 13 anos antes da sua circuncisão.  Nada tinha a ver com a Lei, primeiro porque as palavras de Deus a Abraão eram de PROMESSA não de obrigação; e segundo que Abraão viveu centenas de anos antes da Lei entregue a Moisés.

Paulo deixa claro que pela desobediência de Adão todos se tornaram corrompidos, mas pela fé em Jesus Cristo, qualquer pessoa recebe crédito de justiça, e a bem-aventurança da salvação plena e completa, não é uma recompensa, mas uma dádiva concedida a todos que têm FÉ em Jesus.

EVANGELHO PRÁTICO: Sua fé é vista em suas palavras e ações, crendo e demonstrando que crê em um Deus vivo e todo poderoso. Fale e ande pela fé! Assim estará exercitando e aumentando sua fé.

E.D.

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail