Jesus Liberta!

I Coríntios 11: 1 ao 16 – A igreja de Corinto passava por várias situações, problemas que afligiam os crentes.
As mulheres naquele tempo e até hoje, no Oriente, sofrem muitos preconceitos. Paulo deixa claro que homens e mulheres são iguais perante Deus, no entanto, seus papéis são diferentes.

As opiniões sobre a cobertura da cabeça variam desde véus (usados na Idade Média), aos echarpes, o uso do cabelo solto e despenteado, ou o corte bem curto (na época, sinal de rebeldia e marca das prostitutas). Estamos tão longe do primeiro século e das práticas dos primeiros cristãos que não temos como saber, exatamente, o que estas palavras estão se referindo.

O sinal de poderio no versículo 10, não  refere-se a superioridade do homem sobre a mulher.  Representa a nova liberdade, a autoridade e o direito que, agora,  as mulheres têm dentro da igreja de orar e profetizar. Como mulheres, Paulo deseja que tomem seus lugares ao lado  (não abaixo) dos homens da congregação, como parceiras iguais, participantes da adoração a Deus.  As Boas Novas dizem que, em Cristo, as mulheres são aceitas e valorizadas.  E que ela têm autoridade para participar, plenamente, no ministério ao executar os dons espirituais que lhes foram concedidos por Deus.

Atualmente, a igreja tem aprendido o que Paulo sabia e ensinava. Por esta razão, muitas portas foram abertas para a cooperação das mulheres na Obra de Deus.

EVANGELHO PRÁTICO: que as contendas e as conversas que não edificam não  venham através de você! Faça o seu melhor neste dia, como para Deus!

E.D.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail