Procura-me na fornalha ardente!

“Sofre, pois, comigo, as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo”
A alma é testada na multiplicidade e no fragor dos acontecimentos e muitas vezes experimentas diferentes tensões todas elas ao mesmo tempo.

Essa fase te leva a uma graça especial, porque requer maior resistência de tua parte do que qualquer outra por difícil que seja.

Frieza, carência, perigo, dúvida, se tudo vier sobre ti ao mesmo tempo, qual será a tua reação?

O homem moderno procura proteger-se contra o desconforto e a irritabilidade porque tanto o seu corpo como a sua alma estão em condições de fraqueza e ameaça.

Onde poderá ele achar coragem no dia da aflição?

Como poderá enfrentar a privação e a perda?

Que poderá testificar na sua vida a confiança e o contentamento que tem em Deus? (Filipenses 4:12).

Eu, o Senhor preparo os Meus servos na subida dos menores degraus agora, a fim de que possam enfrentar, com triunfo, os que vierem depois.

Nunca tentes suavizar o caminho de uma dura experiência, tanto para ti como para os outros, ainda que desejes assim proceder.

As tuas intenções podem ser nobres, mas as tuas ações poderão provocar um desagrado ao Meu ponto de vista, porque pela tua solicitude em modificar o caminho, impedirás o Meu trabalho naquela vida.

Precisas sempre da Minha direção, até mesmo para os teus atos de benemerência. É quase tão duro acompanhar o sofrimento dos outros como é sentir os teus, mas acharás tudo mais fácil se puderes ver que é a Minha mão operando.

Procura-me, pois no meio de cada fornalha ardente, e obterás a influência do Meus Espírito em tuas ações e reações, e isto te será de muito mais valor do que se te orientasses pelos teus próprios e naturais impulsos.

II Coríntios: 11:16-32 – II Timóteo: 2:3 – Daniel: 3:25.

Por Pr. Vilson Ferro Martins

Fonte: www.vozdotrono.com.br

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail