Subversivos para o Salvador

Tendo ele chegado à outra margem, à terra dos gadarenos, vieram-lhe ao encontro dois endemoninhados… E eis que gritaram: Que temos nós contigo, ó Filho de Deus! Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo? (Mateus 8.29)

Os demônios aprenderam um mistério aqui. Eles sabiam que estavam condenados. Eles sabiam que o Filho de Deus seria o vencedor. Porém, eles não sabiam, até que isso ocorresse, que Cristo viria antes do tempo da derrota final.

Cristo não vai esperar até que a bomba atômica caia para acabar com a guerra. Ele começou a liderar uma força subversiva no território de Satanás. Ele treinou uma “equipe de resgate” para executar ousadas operações de salvamento. Cristo planejou muitas vitórias táticas antes do tempo da vitória estratégica final.

A mentalidade resultante do tempo da guerra é essa: Visto que a condenação de Satanás é certa, e ele sabe disso, podemos sempre lembrá-lo dela quando ele nos tentar a segui-lo. Podemos rir e dizer: “Você está fora de si. Quem deseja juntar forças com um perdedor?”.

A igreja é o inimigo aberto do “deus deste século” (2 Coríntios 4.4). Nós somos os guerrilheiros e perturbadores. Somos a insurgência no reino rebelde do “príncipe da potestade do ar” (Efésios 2.2).

Isso não é seguro. Mas é emocionante. Muitas vidas estão perdidas. As forças de Satanás estão sempre à procura de nossa atividade subversiva. Cristo assegurou a ressurreição para todos os que lutarem até a morte. Porém, ele não garantiu conforto, nem aceitação do mundo, nem prosperidade no território inimigo.

Muitos têm dado suas vidas alegremente atrás das fileiras que executam ordens para o comandante. Eu não consigo pensar em nenhuma maneira melhor de viver — ou morrer!

Por: John Piper. © Desiring God – Solid Joys
Fonte: Voltemos ao Evangelho

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail