A galeria de Deus

…o Senhor é bom, a sua misericórdia dura para sempre… (Salmo 100:5)

O Salmo 100 é como uma obra de arte que nos ajuda a celebrar o nosso Deus invisível. Embora o foco da nossa adoração esteja além da vista, o Seu povo o torna conhecido.

Imagine o artista com pincel e paleta criando as palavras coloridas deste salmo em uma tela. O que surge diante de nossos olhos é um mundo — “toda a terra” — bradando de alegria ao Senhor (v.1). Alegria. Porque a alegria do nosso Deus é redimir-nos da morte. “Em troca da alegria que lhe estava proposta…”, Jesus suportou a cruz (Hebreus 12:2).

À medida que nossos olhos se movem pela tela, vemos um coral internacional de incontáveis membros cantando “…com alegria…” e “…com cântico” (Salmo 100:2). O coração do nosso Pai celestial se agrada quando o Seu povo o adora por quem Ele é e pelo que Ele tem feito.

Depois, vemos imagens de nós mesmos, formados a partir de pó nas mãos do nosso Criador e conduzidos como ovelhas a verdes pastos (v.3). Nós, o Seu povo, temos um Pastor amoroso.

Finalmente, vemos o grande e glorioso lugar de habitação de Deus — e as portas pelas quais o Seu povo resgatado entra em Sua presença invisível, dando-lhe graças e louvor (v.4).

Que quadro, inspirado por nosso Deus. Nosso Deus: bom, amoroso e fiel. Não é de admirar que demorará toda a eternidade para desfrutarmos da Sua grandeza!

Nada é mais tremendo do que conhecer a Deus.

Por Dave Branon

Fonte: Ministério Pão Diário

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail