Grande sacrifício

…nosso Senhor Jesus Cristo […] se entregou a si mesmo pelos nossos pecados, para nos desarraigar… Gálatas 1:3:4

W. T. Stead, jornalista inglês inovador da virada do século 20, era conhecido por escrever sobre questões sociais polêmicas. Dois de seus artigos trataram do perigo de os navios operarem com um número insuficiente de botes salva-vidas. Ironicamente, Stead estava a bordo do Titanic quando este colidiu com uma montanha de gelo em 15 de abril de 1912. Segundo um relato, após ter ajudado mulheres e crianças a entrarem em botes salva-vidas, ele sacrificou-se dando seu colete salva-vidas e lugar num dos botes para que outros pudessem ser resgatados.

Há algo muito tocante no altruísmo. O maior exemplo disso pode ser encontrado em Cristo. O escritor de Hebreus diz: “Jesus, porém, tendo oferecido, para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à destra de Deus […]. Porque, com uma única oferta, aperfeiçoou para sempre quantos estão sendo santificados” (Hebreus 10:12,14). Paulo iniciou sua carta aos Gálatas descrevendo esse grande sacrifício: “…nosso Senhor Jesus Cristo […] se entregou a si mesmo pelos nossos pecados, para nos desarraigar deste mundo perverso…” (Gálatas 1:3,4).

A oferta de dar-se a si mesmo por nós é a medida do amor de Jesus. Esse sacrifício voluntário continua a resgatar homens e mulheres e a oferecer a garantia da eternidade com Ele.

Jesus entregou a Sua vida para demonstrar o Seu amor por nós.

Por Bill Crowder

Fonte: Ministério Pão Diário

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail