Sua fé é maior que seus medos?

Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem. Hebreus 11:1

O mundo e o medo

Quando criança, eu estava com medo do escuro, especialmente quando era hora de dormir.

Embora minha mãe tenha colocado uma pequena luz noturna no meu quarto, a fraca intensidade da lâmpada não fez nada para acalmar meus medos.

Antes de finalmente adormecer, imaginava alguém ou algo escondido nos recessos sombrios do quarto que eu dividia com minha irmã mais nova.

Meus medos eram tão palpáveis ​​em algumas noites que eu acordava minha mãe para me trazer um copo de água sob o pretexto de estar com sede.

Em outras noites, eu implorava à minha irmã que me deixasse dormir na cama de solteiro com ela.

Eventualmente, superei meu medo do escuro. No entanto, eu ainda fico perplexa com a angústia esmagadora me roubando o sono em muitas daquelas noites de infância.

Os medos mais comuns da humanidade, de acordo com vários estudos, incluem o seguinte: medo de ser socialmente inaceitável; medo de altura; medo de insetos, cobras ou aranhas; medo de espaços fechados; medo de voar; medo do escuro (ou o que pode estar escondido nas sombras); medo de contrair uma doença; medo do sangue; medo do tempo violento e medo de morrer.

A fé que supera o medo

Em Mateus 8:23-26, lemos sobre os discípulos amedrontados durante uma perigosa tempestade no mar da Galiléia.

Jesus estava ao lado deles, mas eles deixaram as circunstâncias ditarem seu medo. Enquanto Jesus dormia pacificamente no barco, uma tempestade jogou a embarcação de madeira nas águas agitadas.

Em pânico, eles clamaram por Jesus. “Senhor, salve-nos! Nós vamos nos afogar!”

Quando Jesus acordou, Ele não acalmou instantaneamente a tempestade. Em vez disso, Jesus perguntou a Seus seguidores: “Vocês de pouca fé, por que estão com tanto medo?”

Somente depois dessa repreensão Jesus acalmou o vento e as ondas.

Quantas vezes queremos que Deus conserte nossos problemas imediatamente? Esperamos alívio imediato das águas revoltas.

No entanto, é no meio de provações que Deus quer aprofundar nossa fé, confiando nEle e crescendo nEle antes de intervir. Não importa quão escuras nossas circunstâncias se parecem, Deus quer que sigamos em fé.

O Dr. Michael Youssef diz: “A relação entre fé e medo é como uma gangorra. Quando um está em cima, o outro está em baixo. Então, quando permitimos que o medo se levante, nossa fé declinará. Mas o oposto também é verdade. Quando aumentamos nossa fé, nosso medo cairá”.

Youssef acrescenta: “Jesus não estava falando sobre nossa fé salvadora, mas sobre nossa fé diária. Nossa fé salvadora permanece constante, mas nossa fé diária aumenta e diminui de acordo com a força de nosso relacionamento com Deus. Quando não estamos em constante intimidade com Deus, a primeira tempestade que atinge cria medo e pânico. Quando damos a Deus as migalhas do nosso tempo e atenção, nossa fé e compreensão Nele enfraquecerão”.

Quando escolhemos andar de perto e confiar em Deus diariamente, nossa fé superará nossos medos.

Autor: Carol Round
Fonte: ASSIST News

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail