Deus perdoa e continua sendo justo

Também o SENHOR te perdoou o teu pecado; não morrerás. Mas, posto que com isto deste motivo a que blasfemassem os inimigos do SENHOR, também o filho que te nasceu morrerá. (2 Samuel 12.13-14)

Isto é chocante. Urias está morto. Bate-Seba está violada. O bebê morrerá. E Natã diz: “O SENHOR te perdoou o teu pecado”.

Como assim? Davi cometeu adultério. Ele ordenou um assassinato. Ele mentiu. Ele “desprezou a palavra do Senhor”. Ele “blasfemou de Deus”. E o Senhor “perdoou o [seu] pecado”.

Que tipo de juiz justo Deus é? Você não releva estupro, assassinato e mentira pura e simplesmente. Juízes justos não fazem isso.

Aqui está o que Paulo disse em Romanos 3.25-26:

“Deus propôs, no seu [de Cristo] sangue, como propiciação, mediante a fé, para manifestar a sua justiça, por ter Deus, na sua tolerância, deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; tendo em vista a manifestação da sua justiça no tempo presente, para ele mesmo ser justo e o justificador daquele que tem fé em Jesus”.

Em outras palavras, a indignação que sentimos quando Deus parece simplesmente relevar o pecado de Davi seria uma boa indignação se Deus estivesse simplesmente varrendo o pecado de Davi para debaixo do tapete. Ele não está.

Deus vê ao longo dos séculos, desde o tempo de Davi até a morte de seu Filho, Jesus Cristo, que morreria no lugar de Davi, de modo que a fé de Davi na misericórdia de Deus e na futura obra redentora de Deus une Davi com Cristo. E na mente onisciente de Deus, os pecados de Davi são considerados como pecados de Cristo e a justiça de Cristo é considerada como a justiça de Davi, e Deus justamente perdoa o pecado de Davi.

A morte do Filho de Deus é ultrajante o bastante, e a glória de Deus que essa morte exalta é grande o suficiente, de modo que Deus é vindicado ao perdoar o adultério, o assassinato e a mentira de Davi.

E, assim, Deus mantém a sua retidão e justiça perfeita, ao mesmo tempo em que demonstra misericórdia àqueles que têm fé em Jesus, não importa quantos ou quão monstruosos sejam os seus pecados. Esta é uma boa notícia.

Por: John Piper. © Desiring God – Solid Joys

Fonte: Voltemos ao Evangelho

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail