Preparativos

“E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo…” (João 14:3)

Enquanto olhávamos o corpo de meu sogro em um caixão na capela funerária, um de seus filhos pegou o martelo que era do pai e o colocou ao lado de suas mãos. Anos depois, quando minha sogra morreu, um dos filhos colocou um jogo de agulhas de tricô sob os dedos dela. Esses doces gestos nos consolaram ao lembrarmos como usavam essas ferramentas enquanto viviam.

Sabíamos que não iriam precisar destes itens na eternidade. Não tínhamos ilusões, como os egípcios da antiguidade, de que as ferramentas, dinheiro ou armas enterradas com alguém preparariam melhor a pessoa para a vida seguinte. Você não pode levar nada! (Salmo 49:16,17; 1 Timóteo 6:7).

Mas meus sogros tinham se preparado para a vida eterna. E isso ocorreu anos antes, quando eles confiaram em Jesus como seu Salvador.

O planejamento para a vida eterna não pode começar no momento de nossa morte. Cada um de nós deve preparar o coração aceitando o dom da salvação proporcionado pelo sacrifício de Jesus na cruz.

Ao mesmo tempo, Deus também fez os Seus preparativos: “E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também” (João 14:3). Ele prometeu preparar um lugar para nós passarmos a eternidade com Ele.

Deus nos dá tempo para nos prepararmos para a eternidade.

Por Cindy Hess Kasper
Fonte: Ministério Pão Diário

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail