Lição 04: Descobrindo sua civilização*

2Timóteo 3:1-9 – Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências;
Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade. , como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé. Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles. (2 Timóteo 3:1-9)

Em 400 anos, 5 milhões de escravos desembarcaram no Brasil, 1,5 milhão só em Salvador. Agora, brasileiros cruzaram o Atlântico e fizeram o caminho inverso de seus antepassados. A partir de um teste de DNA, eles viajaram em busca das suas origens. O resultado é tão preciso que identifica até a etnia do ancestral de quem faz o teste. Cinco dos participantes do projeto foram convidados a visitar os países de seus antepassados. Nesta lição, quero convidá-lo a cruzar as fronteiras do pequeno reino do “eu” para descobrir as raízes mais profundas da civilização do coração do homem pecador.

*1. O rei da civilização do eu.*
O mandamento de Deus, como é declarado em sua lei moral, é que o amemos em primeiro lugar (com todo nosso coração, com toda a nossa alma, com toda a nossa mente e com todas as nossas forças).
Em segundo lugar, devemos amar ao nosso próximo como a nós mesmos. A queda fez com que essa ordem fosse invertida, pondo o eu em primeiro lugar, Deus no fim e o próximo no meio. Desde então, Deus passou a ter um  lugar periférico em nossa vida e nós passamos a usar pessoas e amar coisas.

*2. As características da civilização do eu*
As palavras que Paulo usa para caracterizar a civilização do “eu” ampliam o significado do amor econcêntrico. É digno de nota que, na lingua grega, a maioria dos termos está na forma negativa, já que têm o prefixo negativo “a”, enfatizando assim, a trágica ausência de qualidades, que até mesmo naturalmente seria de se esperar. Eles descrevem uma anormalidade da vida em um reino em que o “ego” vem antes de tudo.

Algumas das palavras que caracterizam a civilização do eu…
– Autossuficiência
– Autojustiça
– Autossatisfação
– Autoglorificação

*3. A religião da civilização do eu*
Muitos homens que falam sobre coisas justas e boas estão também entre os que se supervalorizam enquanto que diminuem e falam mal dos seus semelhantes.
Muitos estão vivendo como enganadores no reino de Deus. São pessoas que usam máscaras e o objetivo dessas pessoas é glorificar a si mesmas.
A pior coisa que tem na religião (religião não é algo ruim, a palavra religião significa religar a Deus) mas a religiosidade é a desgraça da religião. É o vernis de piedade e fé. Quando a pessoa tenta mostrar ser algo que na verdade não é. A religiosidade é um engano.

Ai daqueles que têm feito da fé um lugar para glorificar-se ao invés de glorificar a Deus.
O proselitismo, que é tentar converter alguém para determinada religião ou ideal, é nojento porque alem de iludir, desencaminhar mas levam outros a fazerem o mesmo. Eles não apenas estão construindo seus próprios reinos, eles querem fazer discípulos de todas as nações.

O reino de si mesmo é mais perigoso quando assume os contornos do reino de Deus.

Se identificarmos algumas características ruins dessas na nossa vida,
baseados nos ensinos de Paulo, somente no evangelho se encontra a solução para os falsos. Através do evangelho se torna nova criatura e as mentes são renovadas. Quando nos voltamos a Deus e nos arrependemos,
reconhecendo o erro e confessarmos a Deus em oração, pedindo restauração a Deus…. que Deus nos perdoará e nos restaurará.

Que sejamos atentos ao nosso alto potencial de fazermos bobagens e procuremos nos restaurar diante de Deus.

Deus nos abençoe.

*Leitura diária*
*D* 1 Tm 4.1-10
*s* Rm 1.18-23
*T* Tg 4.1-9
*Q* Cl 2.13-15
*Q* Rm 6.1-14
*S* 2 Tm 2.20-26
*S* Rm 6.1-14


Revista: Em busca de algo MAIOR
*Lição 04: Descobrindo sua civilização*
Prof. Pastor Janderson

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail