Dia da Bandeira

Dia da Bandeira
O Dia da Bandeira é comemorado anualmente em 19 de novembro. Esta data não é feriado nacional no Brasil.

Nesta mesma data, em 1889, ocorreu a instituição da bandeira republicana nacional como bandeira oficial do Brasil.

No dia 19 de novembro de 1889, o recém-instalado governo republicano do Brasil trocou a antiga bandeira imperial pela bandeira da República. A nova bandeira, desenhada por Décio Vilares, foi adotada pelo decreto nº 4 no dia 19 de novembro de 1889.

No dia 11 de maio de 1992 a bandeira brasileira passou a ter 27 estrelas, no lugar de 22, de forma a incluir os novos estados da federação.

A Bandeira do Brasil simboliza a pátria e a união entre os estados e desde o início serviu para aumentar o sentimento de união entre todos os brasileiros.

Atividades para o Dia da Bandeira
O Dia da Bandeira é comemorado com várias atividades, onde normalmente se canta o Hino à Bandeira.

Faça uma colagem da bandeira brasileira com bolinhas de crepom;
Recorte, monte e cole a bandeira usando as cores certas;
Cante o Hino à Bandeira;
Faça uma peça de teatro sobre o Dia da Bandeira;
Crie um poema em homenagem à bandeira brasileira;
Normalmente, como forma de celebrar esta data, escolas, clubes, órgãos governamentais e demais instituições públicas e privadas organizam desfiles ou eventos que visam manifestar o patriotismo e amor pela nação brasileira.

Cores da bandeira do Brasil
As cores oficiais da bandeira brasileira são o verde, amarelo, azul e branco, com a frase “Ordem e Progresso”.

Cada cor possui um significado distinto:

“branco”, significa o desejo pela paz
“azul”, simboliza o céu e os rios brasileiros
“amarelo”, simboliza as riquezas do país
“verde”, simboliza as matas (a rica floresta brasileira)
No entanto, as cores verde e amarelo já estavam presentes na antiga bandeira brasileira imperial. O verde significava o Casa de Bragança, de Dom Pedro I e o amarelo, a Casa dos Habsburgos, de Dona Leopoldina.

O pavilhão verde e amarelo foi criação do pintor francês Jean-Baptiste Debret.

Hino à Bandeira
O hino à Bandeira tem letra do poeta Olavo Bilac e música de Francisco Braga. Foi adotado em 1906 e é tocado especialmente em Brasília, por ocasião da troca de bandeiras e em comemorações cívicas.

Salve lindo pendão da esperança!
Salve símbolo augusto da paz!
Tua nobre presença à lembrança
A grandeza da Pátria nos traz.

Recebe o afeto que se encerra
em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

Em teu seio formoso retratas
Este céu de puríssimo azul,
A verdura sem par destas matas,
E o esplendor do Cruzeiro do Sul.

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

Contemplando o teu vulto sagrado,
Compreendemos o nosso dever,
E o Brasil por seus filhos amado,
poderoso e feliz há de ser!

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

Sobre a imensa Nação Brasileira,
Nos momentos de festa ou de dor,
Paira sempre, sagrada bandeira
Pavilhão da justiça e do amor!

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

Fonte: Calendarr Brasil

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail