Dois tipos de oposição a Jesus

Tendo ouvido isso, alarmou-se o rei Herodes, e, com ele, toda a Jerusalém. (Mateus 2.3)

Jesus é um incômodo para as pessoas que não querem adorá-lo, e ele suscita oposição àqueles que o adoram. Provavelmente, esse não é um aspecto principal na mente de Mateus, mas é inescapável enquanto a história continua.

Nessa história, existem dois tipos de pessoas que não querem adorar Jesus, o Messias.

O primeiro tipo são as pessoas que simplesmente não fazem nada sobre Jesus. Ele é um insignificante em suas vidas. Esse grupo é representado pelos principais sacerdotes e escribas. Versículo 4: “Convocando todos os principais sacerdotes e escribas do povo, [Herodes] indagava deles onde o Cristo deveria nascer”. Bem, eles contaram a Herodes, e pronto: voltaram às atividades como de costume. O silêncio e a inatividade dos líderes são esmagadores diante da magnitude do que estava acontecendo.

E observe que no versículo 3 é dito: “Tendo ouvido isso, alarmou-se o rei Herodes, e, com ele, toda a Jerusalém”. Em outras palavras, circulava o rumor de que alguém pensava que o Messias havia nascido. A apatia dos principais sacerdotes é assombrosa — por que eles não vão com os magos? Eles não estão interessados. Eles não desejam adorar o Deus verdadeiro.

O segundo tipo de pessoas que não querem adorar Jesus é o tipo que fica profundamente ameaçado por ele. Esse é Herodes nessa história. Ele está realmente com medo. Tanto que ele trama e mente e, em seguida, comete assassinato em massa apenas para se ver livre de Jesus.

Assim, hoje esses dois tipos de oposição virão contra Cristo e seus adoradores. Indiferença e hostilidade. Você está em um desses grupos?

Que este Natal seja o momento em que você reconsidere o Messias e examine o que é adorá-lo.

Por: John Piper. © Desiring God – Solid Joys
Fonte: Voltemos ao Evangelho

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail