Estamos no mesmo barco ou não?

“OH! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.” (Salmos 133:1)

Outro dia eu estava dentro de um ônibus, voltando para casa… quando a gente não está dirigindo se pode observar as pessoas, os prédios, o céu.

Olhei para o céu que estava bem fechado, escuro. Sempre que vejo o céu assim me dá um certo medo, um frio na barriga…. pensei “ainda bem que não estou sozinha nesse mundo de céu escuro. Obrigada Pai Santo porque o Senhor me colocou aqui junto com muitas outras pessoas todas semelhantes a mim… e por isso me sinto mais segura.” A verdade é que não nascemos para viver sozinhos.

Fiquei imaginando se eu estivesse sozinha nesse mundo que muitas vezes está com o céu claro e limpo mas muitas vezes se torna escuro e sombrio.

Se estamos no mesmo barco, por que vivemos cada um por si? por que algumas pessoas se acham melhor do que outras? Por que algumas falam mal de outras ao invés de defendê-las? Por que deixamos que nosso semelhante morra de fome e de frio e não fazemos nada? Por que alguns trabalham tanto para ter bastante dinheiro e prestígio enquanto outros não fazem nada para se sentirem vítimas?

Por que achamos que merecemos mais do que os outros ? Por que nos preocupamos mais com os nossos filhos do que com os filhos dos outros? Por que existem pessoas que fazem mal para o seu semelhante… e pior ainda, fazem mal para crianças que são indefesas e deveriam ter a proteção de todos nós ? Por que tantos agridem física e verbalmente seus conjugues que um dia prometeram honrar e defender?

Por que tanta inveja? Por que o mal do século, que é a depressão, é causado pelo nosso sistema emocional abalado? Por que nos sentimos tão abalados? Por que existem tantas pessoas desistindo de viver nesse mundo e dão fim à própria vida?

Vamos ser suporte para nossos semelhantes, amando-os e socorrendo-os nos momentos difíceis e nos alegrando com suas vitórias.

Por Sonia Góes

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail