Vestindo a armadura de Deus (A arte da guerra para mulheres)

“Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis. Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade e vestindo-vos da couraça da justiça. Calçai os pés com a preparação do evangelho da paz; embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e para isto vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos e também por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra, para, com intrepidez, fazer conhecido o mistério do evangelho, pelo qual sou embaixador em cadeias, para que, em Cristo, eu seja ousado para falar, como me cumpre fazê-lo.” Efésios 6.10-20

Ovelha, se você está alistada como soldado no exército de Cristo necessita estar vestida adequadamente para a guerra, uniformizada para ser reconhecida pelo seu exército e não ser confundida com o inimigo.

Estar revestida de toda a armadura de Deus significa que nenhuma parte de sua pessoa pode estar descoberta, pois uma parte sendo atingida e ferida poderá ser o foco de uma infecção generalizada que poderá causar vários tipos de contaminação e até levar à morte. Por isso, não fará sentido você estar uniformizada da cabeça até as canelas e calçar seus pés com chinelos de dedo que te deixarão vulneráveis. Não, não menospreze nenhuma parte da vestimenta (Ef 6.13), somos instruídas pelo nosso “manual” de guerra, a Palavra de Deus, a estarmos “calçadas” corretamente (Ef 6.14).

Vestir a armadura de Deus é revestir-se espiritualmente, pois, os inimigos, os seres espirituais malignos que estão nas regiões celestiais, são invisíveis aos nossos olhos, não são de carne e osso (Ef 6.12).

Com a armadura completa, poderemos resistir, perceba que estamos nos posicionando na defesa (nem no ataque, nem na “caça” dos inimigos!). Essa estratégia de guerra é uma instrução dada com a intenção de criarmos “músculos” espirituais, pois quem resiste suporta uma força contrária, temos que, no mínimo, ter a mesmo poder de força do inimigo para permanecermos inabaláveis. Ei! Mas espere, pense, nós podemos suportar a força de um inimigo que nem ao menos podemos ver?!

Não! Não conhecemos o seu tamanho, a sua força, nem quando receberemos suas investidas.

Mas nós podemos conhecer Cristo, nosso general, e nos revestir da força de seu poder que é incomparavelmente maior de que qualquer outro poder. Ele está acima do mal, ele é o Todo-Poderoso.

Guerreiras se tornam mais aptas para a luta quando estão protegidas com a Armadura de Deus. Nenhuma roupa que possamos fazer com nossas próprias mãos (Gn 3.7)[i] será suficiente para nos livrar, para nos salvar. Então nos despimos de nossos trapos (Is 64.6)[ii] e nos revestimos de Cristo (Gl 3.27)[iii] suficiente salvador.

Instruções para a armadura de guerra
Despir-se do velho homem (Ef 4.22) – Estamos sujeitas a todo tipo de corrupção, então, livre-se dos velhos hábitos, do velho vocabulário, de velhos pensamentos. Para isso tem que substituir o velho pelo novo. Vá na Bíblia!
Não inicie seu dia com a roupa errada (Ef 6.11)[v] – Você não vai a uma festa com sua roupa de ginástica, não é mesmo? Então saia de casa com a sua roupa de mulher de guerra: A Armadura de Deus!
Uma guerreira anda bem equipada – a espada do espírito é a sua principal arma contra o mal, tanto o mal em seu território (sua mente, alma e coração, como no território inimigo). Use capacete: proteja sua mente com a verdade de Deus. Use a couraça da salvação, as sandálias do evangelho da paz. Use todo o equipamento que Jesus conquistou na cruz!
Manuseie bem a sua principal arma – treine com afinco, leia a Palavra de Deus, entenda a palavra de Deus, guarde a palavra de Deus em seu coração. Afie a sua espada!
Ore – é o Espírito Santo de Deus que vai a nossa frente conquistando nossas batalhas, abrindo caminho para a Palavra de Deus ser ancorada nos corações.
Ovelha, silencie seu coração e escute o Deus da nossa salvação.

Estejamos prontas para as batalhas.

No próximo treinamento vamos finalmente aprender a lutar como uma mulher (de Cristo).

Ora e segue, ovelha!

Gênesis 3.7 Abriram-se, então, os olhos de ambos; e, percebendo que estavam nus, coseram folhas de figueira e fizeram cintas para si.
Isaías 64.6 Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças, como trapo da imundícia; todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniquidades, como um vento, nos arrebatam.
Gálatas 3.27 Porque todos quantos fostes batizados em Cristo de Cristo vos revestistes.
Efésios 4.22 No sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano.
Efésios 6.11 Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo.

Por: Renata Gandolfo. © Voltemos ao Evangelho. Website: voltemosaoevangelho.com. Todos os direitos reservados. Original: Vestindo a armadura de Deus (A arte da guerra para mulheres).

Renata Gandolfo é membro da Igreja Batista da Graça, organizadora do Grupo Elas (Estudo e Leitura de Aconselhamento de Senhoras) e serve no editorial feminino online do Ministério Fiel. Renata participa, desde 2015, das Conferências de Treinamento em Aconselhamento Bíblico da ABCB (Associação Brasileira de Conselheiros Bíblico), é licenciada em Letras e escreve regularmente no blog Voltemos Ao Evangelho.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail